sexta-feira, julho 15, 2011

ANJO


ANJO


Um anjo bateu em minha janela
Trazendo musica pra me acordar
Mostrou-me a lua.
Iluminou meu coração.
Subiu a serra
Visitou as Araucárias.
E o sol foi testemunha
Do reencontro.
Sorrindo ao amanhecer.

Fomos ao Templo
E deixamos os mantras
Abençoar-nos.
Lá no alto o anjo tomou chimarrão.
Sorriu e viveu.
Na essência e magia
Da amizade.

Na trilha do caminho
Entre morros verdejantes
E o aroma da pitangueira
No ar.
Exalando vida.
E o anjo amigo
Busca no encontro
O valor da amizade.

Na brisa da tarde
No pôr do sol de Portinho.
O anjo vive aquele momento sagrado.
A amizade.

Nas águas do rio abençoado
Laços foram fortalecidos
E no silêncio da tarde
O anjo amigo.
Deixa marcada sua presença.
No solo gaúcho.

Na voz e no canto
Que encanta.
Musica no ar.
Emoção no coração.
Embalados pela sinfonia
Como um pássaro
Que busca a acolhida
No repouso da amizade.

O anjo despediu-se
Na esperança de um novo
Amanhecer.
Voou por entre nuvens
E deixou saudades
Mas a certeza de um novo reencontro.
E o anjo foi-se na melodia do Vento...

Vera Salbego

Um comentário:

Francisco Dellanno disse...

Lindo! De uma suavidade que acalma. Abraços

OBRIGADA PELA VISITA.

AGRADEÇO A VISITA NO MEU BLOG.VOLTEM SEMPRE.AO COPIAR OS TEXTOS NÃO ESQUEÇAM DE COLOCAR O NOME DO AUTOR.ESSA É A LEI DOS DIREITOS AUTORAIS.