sábado, setembro 12, 2009

LUIZA CAETANO PARA O MUNDO


LISBOA IN VERSOS – MOVIMENTO IMPARÁVEL

A partir do momento em que um livro nasce, é editado e publicado passa o mesmo a ser património de quem o quiser ler. Se acaso ou por mérito próprio o mesmo atingir tantas pessoas ou entidades que a partir dele envolvam manifestações ou celebrações honrosas, cabe ao seu autor a realização de que o acto de escrever não foi! Não é um acto em vão!

“Porque quando escrevo não o faço para o meu umbigo, nem por um mero jogo de palavras mais ou menos bonitinhas, muito menos para fruto de fácil exibicionismo. Escrevo sempre com o coração e a genuína emoção visceral dos meus sentimentos numa catarse que também pode ser crítica, para além da emoção, da paixão ou simplesmente do tédio – sublinhando que muito menos o faço por questões comercialistas”

Assim é que, o LISBOA IN VERSOS , recentemente editado e tão carinhosamente acolhido tem vindo a criar uma abrangência a todos os níveis admirável e surpreendente
envolvendo as sinergias de muitas pessoas , Entidades e Espaços Culturais que por si só, já justificam a realização e a felicidade pessoal da sua autora.
Como reconhecer e agradecer gestos que vão para além do simples agradecimento? Não posso, nem quero deixar de expressamente nomear, aqueles que de forma excepcional estiveram na esteira deste MOVIMENTO IMPARÁVEL, como Ana Garjan e a sua Fundação ArteForum num empenhamento e apoio ao mais alto nível, a Sónia Batista insuperável, aos imensos blogues e sites, à Casa da Rosas que acolheu o Lisboa In Versos com uma Festa memorável, à Dolores Jardim e a suas filhas a quem devo muitos incentivos e muito trabalho de bastidores, à minha inseparável amiga Bianca-Lua a verdadeira parteira do livro, companheira e divulgadora a nível do Rio de Janeiro e Penedo, à Mell Glitter pela sua carinhosa recepção, divulgação e profissionalismo, à TVORKUT na pessoa do seu presidente Petrúcio Melo pelo acolhimento, à fadista Conceição de Freitas que foi a voz do fado num magistral liame Brasil-Portugal,, à Livraria da Casa Laura Alvim e ao querido Phillip do Rio de Janeiro, à Adega Cultural do Paulo em Penedo, assim como a todas e todos os amigos e conhecidos que me fizeram acreditar no real valor desse Lisboa In Versos que está ganhando mundo dando continuidade a esse MOVIMENTO IMPARÁVEL.
Parafraseando Fernando Pessoa, Vale sempre a pena quando a alma não é pequena.
A todos o meu reconhecimento de Alma e Coração.


LuizaCaetano, Lisboa-Portugal, 2009/8/02 Tags:

Nenhum comentário:

OBRIGADA PELA VISITA.

AGRADEÇO A VISITA NO MEU BLOG.VOLTEM SEMPRE.AO COPIAR OS TEXTOS NÃO ESQUEÇAM DE COLOCAR O NOME DO AUTOR.ESSA É A LEI DOS DIREITOS AUTORAIS.