quinta-feira, julho 06, 2006

SAUDADE


SAUDADE


Neste momento há um vulto
Perambulando pelo espaço
Há um vulto escondido
atrás da porta do mundo
Há uma sombra dispersa da luz
Por onde escapou uma lembrança...
No meio do silêncio houve um grito.
Que se sufocou na própria vontade...
Houve um suspiro da alma,um calafrio no corpo...
Por estranhos caminhos minha vontade se perdeu.
Só se encontrando neste vazio...
E dizer,que trêmulas,essas pernas ficaram.
Que suado este corpo ficou.
E estava frio.
Chovia.
Até vento havia...
Mas,aqui...
Onde agora é saudade!


Poesia do livro VITRINE DO CORAÇÃO da poetisa Vera Salbego /direitos autorais da escritora.

Nenhum comentário:

OBRIGADA PELA VISITA.

AGRADEÇO A VISITA NO MEU BLOG.VOLTEM SEMPRE.AO COPIAR OS TEXTOS NÃO ESQUEÇAM DE COLOCAR O NOME DO AUTOR.ESSA É A LEI DOS DIREITOS AUTORAIS.