segunda-feira, julho 10, 2006

Esconderijos do Tempo

Os poemas

Mário Quintana

Os poemas são pássaros que chegam
não se sabe de onde e pousam
no livro que lês.
Quando fechas o livro,eles alçam vôo
como de um alçapão.
Eles não têm pouso
nem porto
alimentam-se um instante em cada par de mãos
e partem.
E olhas,então,essas tuas mãos vazias,
no maravilhado espanto de saberes
que o alimento deles já estav em ti...

2 comentários:

steelboy28 disse...

Here are some links that I believe will be interested

best4chance disse...

I like it! Good job. Go on.
»

OBRIGADA PELA VISITA.

AGRADEÇO A VISITA NO MEU BLOG.VOLTEM SEMPRE.AO COPIAR OS TEXTOS NÃO ESQUEÇAM DE COLOCAR O NOME DO AUTOR.ESSA É A LEI DOS DIREITOS AUTORAIS.